A escolha do melhor Alimento

postado em: Uncategorized | 0
Nem sempre deixar de comer carne e derivados de carne é a única mudança que se deve assumir na direção de uma alimentação saudável. Já é comprovado o quanto principalmente a carne vermelha é nociva para a saúde se ingerida diariamente. O quanto os peixes criados em cativeiros são geneticamente modificados. Também a quantidade de hormônios que encontramos nas carnes em geral, e outras tantas coisas que acabam por acarretar em tantas doenças para quem consome esse tipo de alimento. Mas estas questões vistas com o olhar ayurvédico vão muito além. O Ayurveda reconhece que esse tipo de alimento além de ser formador de uma má qualidade de tecidos, tem uma energia Tamásica – uma energia pesada que obscurece a mente e os sentidos.
Imagine o que seria esse tipo de energia? O que seria uma mente regida pelo prazer apenas e o quanto isso pode influenciar a vida como um todo. Lembrando que Ayurveda não é radical ao ponto de negar esse consumo quando realmente é necessário para o corpo por qualquer razão. E que a filosofia do Ayurveda não é vegetariana, vegana, crudívora e nem levanta qualquer outra bandeira, senão a de que se deve respeitar as escolhas e individualidade de cada Ser. Estudos já comprovam que uma pessoa pode ser saudável sem o consumo de carnes, mesmo bebês e crianças em fase de crescimento. Mas o não uso da carne por si só, não garante uma alimentação saudável. A substituição por alimentos igualmente pesados e de difícil digestão,
mesmo não tendo o componente, importantíssimo, da não violência, não basta para classifica-lo de alimento saudável. Um exemplo disso é a substituição abusiva da carne, pela tão conhecida soja, que tem ganhado o mercado imitando vários tipos de carne. Uma alimentação saudável é acima de tudo aquela que tal pessoa tem capacidade de digerir. E sendo assim o que é saudável para um não é para outro.
A escolha por alimentos orgânicos, naturais e frescos com certeza também é muito importante. Mas sem exageros, porque não devemos nos privar de alimentos que são tão importantes para a saúde, simplesmente por não os encontrar com a designação de orgânicos. Ainda existem alguns alimentos e temperos que são particularmente especiais para as condições de saúde e/ou equilíbrio de cada pessoa. E nesse caso a recomendação é que sejam consumidos em maior quantidade. A dica é que se consuma variedade de tipos de alimentos, de todos os sabores e de preferência os da estação, assim como os que se desenvolvem mais próximos de sua localidade.
Alimentos com Prana – energia vital – são alimentos não congelados e nem reservados por longo tempo na geladeira. E por otimo, alimento feito com Amor. Nem sempre é possível combinar todas estas condições, mas se torna importante repensar o
quanto se está doando de energia para aquilo que se deseja alcançar, neste caso a Saúde. Manter o uso regular de especiarias é algo que nossa cultura desconhece, utilizando muitos alimentos pesados, densos e inertes como pães, bolos e massas em geral, abrindo mão daquilo que melhora a digestão como as Massalas anti Vata, anti Pitta, anti Kapha, Massala Doce e Massala Chai, que podem ser usadas tanto para refogar nossos alimentos como para polvilhar em cima da comida pronta. Para entender melhor como utilizar as especiarias, marque sua consulta ayurvédica e conheça melhor a capacidade de cura através do Ayurveda para orientar sua alimentação e estilo de vida dando ao seu corpo as melhores capacidades que ele veio para ter.

Marina Lourenço
Marina Lourenço é Professora de Yoga e Terapeuta Ayurvédica

Reconhecida pela Aliança do Yoga e pela Academia Internacional da Índia
Atende no espaço Arte Om Terapias em Piracicaba – http://arteomterapias.blogspot.com.br

 

Deixe uma resposta