A importancia da dieta na saúde mental – As trigunas no alimento

postado em: Uncategorized | 6

“Dieta é tudo o que é ingerido por qualquer campo e através de qualquer sentido de percepção, sob qualquer forma da mente e qualquer forma de intelecto.” – Charak Samhita

Este conceito deixa bem claro que o importante não é somente o alimento que comemos, mas também tudo que podemos perceber e assimilar por meio dos sentidos. Podemos notar a manifestação de estados emocionais e suas influências em nossa alimentação em diversos momentos. Por exemplo: se você está com muita fome e sente o cheiro da sua comida favorita sendo preparada, os sentidos gustativos são estimulados e logo começará a salivar. Quando começa a andar em direção a ela, seu telefone toca, e, ao atender, recebe a notícia da morte de um parente. No mesmo instante, acaba a sua fome e toda aquela preparação do seu corpo, sistema digestivo e sensação de fome deixa de existir rapidamente. Isso indica que tudo ao nosso redor, e não só a comida, influencia a nossa nutrição. Portanto, devemos fazer as escolhas que sejam mais adequadas se quisermos ter uma boa saúde.

O Ayurveda, considera vários fatores como fundamentais na escolha de uma dieta. Essa escolha deve ser coerente com o estágio de vida em que se encontra o indivíduo, e também com a sua ocupação, que pode ser sedentária, atlética ou monástica. A manifestação do fogo digestivo, chamado de Agni, pode ser alta, irregular ou baixa, sendo um importante fator avaliado pelo Ayurveda frente à seleção dos alimentos em uma dieta. A Prakritti(constituição de nascimento) e o Vikritti(o que está em desequilíbrio no momento presente) são determinantes na escolha dos alimentos para compor uma dieta.

A quantidade e a qualidade do alimento, por exemplo, são aspectos associados ao tipo de Agni manifestado no indivíduo. O modo de preparo influenciará no tipo do efeito sutil (TRIGUNAS, o que veremos adiante) que o alimento vai exercer sobre o indivíduo. Veremos nessa mesma vertente a influência das horas do dia sobre o Agni, bem como a relação entre as estações climáticas e os ciclos dos doshas.

 

Revelador ————————– Estimulante ————————– Estagnado

 

OS EFEITOS SUTIS DOS ALIMENTOS

Os alimentos podem ser classificados como sáttvicos, rajásicos e tamásicos, conforme os efeitos sutis que provocam no corpo.

ALIMENTOS SÁTTVICOS

Os alimentos sáttvicos são considerados leves, puros, frescos, de fácil digestão, de sabor suave e adocicado. São alimentos formadores dos tecidos, promovem resistência física, saúde equilibrada e longevidade. Têm o potencial de ativar a mente superior, os bons sentimentos e o refinamento das emoções, pois estabilizam a mente, elevam a consciência e a espiritualidade. Promovem o movimento para dentro, a introversão. A dieta vegetariana ou lactovegetariana é mais sáttvica do que a dieta à

base de carnes e produtos de origem animal.

Os alimentos sáttvicos são:

– a maioria dos legumes frescos;

– grãos (recém preparados);

– leguminosas;

– leite;

– alimentos adocicados;

– ghee (manteiga clarificada sem sal);

– nozes, castanhas e sementes;

– óleos prensados a frio;

– mel e água de fonte natural.

 

ALIMENTOS RAJÁSICOS

Energeticamente, os alimentos rajásicos aumentam o fogo e promovem a extroversão, o movimento para fora, a criatividade, a agressão e a paixão. De modo geral, são excitantes e estimulantes do sistema nervoso. Estimulam a energia vital e a atividade mental e são indicados para casos em que o indivíduo se encontra em um estado letárgico, inerte ou esgotado, pois o

esgotamento também pode provocar a letargia. Nos textos clássicos, estes alimentos eram “indicados para guerreiros

antes da batalha”.

São considerados alimentos rajásicos:

– a maioria dos alimentos fermentados;

– iogurte ou kefir;

– alho e cebola;

– todos os tipos de pimenta;

– ovos;

– queijos, ricota;

– amendoim;

– azeitonas verdes e pretas com sal;

– café, chá-mate, chá preto, chá verde, chimarrão e guaraná-do-

amazonas.

 

ALIMENTOS TAMÁSICOS

Caracterizam-se, de modo geral, como pesados, de difícil digestão e fermentados. Aumentam a obscuridade e confusão mental, embotando a consciência. Deprimem, induzem à inércia, impulsividade, emoções inferiores, lassidão e torpor, e provocam, ainda, o desequilíbrio, doenças e morte

Entre os alimentos tamásicos, incluem-se:

– carnes vermelhas;

– carnes industrializadas;

– bacalhau salgado;

– queijos fermentados e de odor forte;

– pimentas, pimentão, temperos muito fortes;

– bebidas alcoólicas em geral;

– alho, alho poró e cebola.

 

Sattva na sua vida – Caminhar, dormir cedo, meditar

Rajas na sua vida – Corrida/Spinning

Tamas na sua vida – Rotina atribulada, stress, alimentos pesados

 

Na Samkhya todos os compostos que fazemos tem como princípio promover o Rajas e Sattva necessários para as atividades regulares do dia, sem interferir no cansaço geral do ser que precisa ser estabilizado por Tamas (dormir é tamas). Busque influências mais Sattvicas na vida com alimentos como o Ghee, o Tônico Ayurvédico, as Massalas, Panacéias e Madhus. Entenda mais como o Ayurveda pode ajudar na sua rotina contatando um terapeuta em sua região.

6 Respostas

  1. Alho e cebola constam em 2 listas. Afinal, eles são rajásticos ou tamásicos???

    • Justamente, o excesso de estímulo, o excesso de Rajas leva todos os corpos a Tamas. Dessa forma quando temos um excesso de influência/agitação, o desgaste é inevitável. Então o estímulo rajásico e estimulante do alho e da cebola levam mais tardar ao estado Tamas, o entorpecimento da mente. Mas esse efeito só pode ser sentido depois de uma certa sutileza alimentar. Quando consumimos com grande frequência alimentos como queijos, alcool e carnes; alho e cebola se tornam a menor de nossas preocupações.

  2. Um mesmo alimento pode ser rajasico e tamanco ao mesmo tempo?
    Diogo porque alho e cebola estão nas duas listas.
    Obrigada pelo ensino.
    Daniela

    • Justamente, o excesso de estímulo, o excesso de Rajas leva todos os corpos a Tamas. Dessa forma quando temos um excesso de influência/agitação, o desgaste é inevitável. Então o estímulo rajásico e estimulante do alho e da cebola levam mais tardar ao estado Tamas, o entorpecimento da mente. Mas esse efeito só pode ser sentido depois de uma certa sutileza alimentar. Quando consumimos com grande frequência alimentos como queijos, alcool e carnes; alho e cebola se tornam a menor de nossas preocupações.

  3. Gostei muito do que li aqui no seu site.Estou estudando o assunto,Mas quero agradecer por que seu texto foi muito valido. Obrigada 🙂

  4. muito bom o seu artigo

Deixe uma resposta